Estreante namibiano se torna medalhista de ouro do Africa MMA Champs

TEAM Namíbia estará explodindo de orgulho depois de participar do Campeonato Africano de MMA deste ano.

Os vizinhos África do Sul participaram do torneio sancionado pela Federação Internacional de Artes Marciais Mistas pela primeira vez este ano e provaram que não seria sua última aparição.

Entrando no torneio com um pequeno contingente de apenas três lutadores, a equipe namibiana deixou sua nação orgulhosa ao conquistar três medalhas, uma de ouro e duas de bronze.

O garoto de ouro deles é um atleta que nunca pisou em uma jaula antes da ação deste fim de semana.

O campeão africano dos penas de 2022 Veja Hinda fez sua estreia no primeiro dia, abrindo caminho para três vitórias no Extreme Fighting Championship Performance Institute, um feito que deixou muitos em choque, considerando a falta de experiência do Hinda.

Mostrando habilidade sublime, compostura e uma sensação natural para o jogo de luta, Hinda conquistou três finalizações contra Tresor Musampa, da RDC, Geraldo Moïse, das Maurícias, e Nicolaas Vermaak, da África do Sul, na final, respectivamente.

“Meu pai fez boxe, e eu fiz Muay Thai e kickboxing, tipo duas lutas. Mas este fim de semana foi minha primeira vez em uma luta de artes marciais mistas”, disse Hinda, falando à Independent Media.

“Não vou mentir para você, cem por cento, é esmagador”, diz o estudante de direito de 25 anos que deve se formar em breve.

“Eu apenas tentei ficar o mais calmo possível, indo para lá havia muitas distrações.

“Com todos ao meu redor comendo hambúrgueres e eu tendo que comer de forma saudável para ganhar peso…

“Foi uma luta, ainda é tão surreal, estou começando a me emocionar um pouco agora, mas estamos aqui agora. Eu só quero agradecer minha família, eu sei que não é fácil ver seu filho e seu irmão lutando em uma gaiola. Agradeço seu apoio e muito obrigado. Eu amo todos vocês. Eu sei que não é fácil ver seu filho ou seu irmão lutando em uma gaiola, então obrigado a todos por me apoiarem tanto, eu amo vocês tudo.

Os companheiros de equipe de Hinda – Geraldo Bok e Jason Beukes saíram com medalhas de bronze nos pesos leve e mosca, respectivamente.

Todos treinam com o treinador Carlos De Sousa nos estúdios Sousa em Windhoek.

Quando a mão de Hinda foi levantada após sua eventual vitória sobre Nicolaas Vermaak no EFC PI em Paulshof, Joanesburgo, uma mensagem profunda e comovente foi para a multidão: ‘A Namíbia está aqui!

E esta mensagem foi bem recebida pelos entusiastas das artes marciais mistas em toda a África, de Angola às Maurícias.

FINAIS – RESULTADOS

Luta 1: Fêmea F: Peso mosca 56,7kg Nicole Van Wyk (África do Sul) derrota Bianca Stander (África do Sul) por nocaute técnico no 1º round.

Luta 2: Feminino F: Peso galo 61,2kg Mischka Laubscher (África do Sul) derrotou Moneza Neves (Angola) por Finalização (Material pelado) 1º round.

Luta 3: Fêmea F: Peso leve 70,3kg Kiara Fegen (África do Sul) derrota Londiwe Hadebe (África do Sul) por Finalização (chave de braço) no 1º round.

Luta 4: Masculino M: Peso Mosca 56,7kg Philani Shabalala (África do Sul) derrota Mathys du Randt (África do Sul) por nocaute técnico no 1º round.

Luta 5: Masculino M: Peso galo 61,2kg Maurio Silva (Angola) vence Nathanial Komana (África do Sul) por nocaute técnico no 1º round.

Luta 6: Masculino M: Pena 65,8kg Veja Hinda (Namíbia) derrotou Nicolaas Vermaak (África do Sul) por Finalização (chave de braço) no 2º round.

Luta 7: Masculino M: Peso leve 70,3kg Lewis Mataya (Zimbabwe) derrota Ken Nyaondo (Zâmbia) por decisão unânime do round 3 (30-27, 30-27, 29-28).

Luta 8: Masculino M: Peso médio 83,9kg Elisio Zua (Angola) vence Elyse Balepe (República Democrática do Congo) por decisão unânime no terceiro round (29-28, 29-28, 29-28).

Luta 9: Masculino M: Peso meio-médio 77,1kg Osvaldo Benedito (Angola) vence Cameron Coulson (África do Sul) por Finalização (Kimura) no 1º round.

Luta 10: Masculino M: Meio Pesado 93kg Stanislau Kakesse Wezy (Angola) vence Zhane Tannous (África do Sul) por nocaute no Round 2.

Luta 11: Masculino M: Pesado 120,2kg Andile Madlala (África do Sul) vence Julião Sandambi (Angola) por nocaute técnico no 2º round. – iol.co.za

Leave a Comment