Joe Rogan quer luta de aquecimento com Conor McGregor, não Kamaru Usman

Joe Rogan acha que Conor McGregor precisa de uma luta de ajuste para seu retorno ao UFC.

McGregor (22-6 MMA, 10-4 UFC) pressionou para desafiar Kamaru Usman, campeão dos meio-médios do UFC e lutador número 1 pound-for-pound, mas Rogan acha que é uma má ideia para ele lutar contra Usman (20-1 MMA, 15-0 UFC) após o que será uma dispensa de mais de um ano da competição.

“Se Conor quer mais chance de sucesso, eu diria que lute com um cara que está um pouco abaixo do nível do campeonato”, disse Rogan em um episódio recente de “Hotboxin’ with Mike Tyson”. “Talvez um cara em ascensão, que Conor leva vantagem, mas ainda é uma luta competitiva. Faça um teste a ele, mas não o coloque lá com Usman ainda.

O comentarista do UFC e popular apresentador de podcast acha que McGregor deveria tratar seu retorno da mesma forma que fez quando voltou de um longo hiato em janeiro de 2020. McGregor enfrentou Donald Cerrone no UFC 246, precisando de apenas 40 segundos para derrubá-lo com golpes.

“Acho que, honestamente, quando os boxeadores voltam de uma longa paralisação e voltam de uma derrota, uma coisa que os boxeadores fazem é inteligente é que eles tenham uma luta de ajuste.”, disse Rogan. “Acho que há uma razão pela qual eles sempre usaram lutas de ajuste como gerentes astutos. Eles sabem que você tem que derrubar a poeira e você será melhor na próxima apresentação. Para pular direto para um Dustin Poirier ou direto para, nomeie-o, Michael Chandler, como direto para um cara que é a elite da elite.

“Eu acho que o que Conor precisa fazer é o que Conor quer fazer. Se Conor acha que pode vir e lutar contra Usman e fazer um grande pagamento, tentar se tornar um campeão de três divisões, ele deve fazê-lo. Ele deve fazer o que quiser. fazer, mas se eu fosse como um empresário para ele, e dissesse qual é o melhor caminho para o sucesso, o melhor caminho para o sucesso é como uma luta de cowboy. de respeito ao “Cowboy”, mas essa luta acabou sendo um pouco difícil luta de aquecimento.

McGregor não competia desde uma derrota por nocaute técnico para Dustin Poirier no UFC 264 em julho passado, onde a luta foi cancelada depois que ele quebrou a perna no final do primeiro round. O ex-campeão de duas divisões do UFC disse repetidamente que quer voltar aos 78 quilos, mas o presidente do UFC, Dana White, disse que pode não retornar até o outono.

Leave a Comment