Recém-chegado de uma grande vitória amadora, Erik Mendez, de Spokane, fará sua estreia profissional no MMA no Combate Global 35

O maior lutador amador de artes marciais mistas de Spokane, Erik Mendez, fará sua estreia profissional no peso-galo na sexta-feira, enfrentando Jair Lozano no Combate Global 35 em Miami como parte do card Ivan Castillo-vs.-Claudio Quintana.

A estreia profissional de Mendez no MMA segue uma grande vitória sobre Ethan Goodwin, o ex-peso-galo amador nº 1 do país. Como Mendez “não teve problemas para colocá-lo fora do caminho”, de acordo com o treinador principal de Mendez e proprietário do Warrior Camp de Spokane, Pablo Alfonso, foi fácil para os promotores ficarem empolgados com ele.

Mendez assinou um contrato de dois anos com o Combate Global antes da luta e foi contratado pelo Showtime Group, uma empresa de gestão de MMA comandada pelo ex-campeão meio-médio do Ultimate Fighting Championship Anthony Pettis, pouco depois.

Mendez disse que ficou emocionado quando foi escolhido pelo Showtime Group.

“Anthony Pettis me segue no Instagram (agora)”, disse Mendez. “Eu estava tipo, ‘Oh, droga!’ ”

Entrar nessa luta, no entanto, não é só sorrisos para Mendez. Ele enfrenta um adversário desconhecido, o que dificulta a preparação.

“Eu não sei muito sobre (Lozano)”, disse Mendez. “Tudo o que sei é que também é sua estreia profissional.”

Com a incerteza de seu oponente e a natureza assustadora de uma estreia profissional, Mendez encontrou um nervosismo que não havia experimentado antes de outras lutas.

“Estou muito mais nervoso com isso do que jamais estive na (divisão) amadora, porque o amador (lutas) realmente não importa”, disse ele. “Tudo o que faço agora (como profissional) vai ficar comigo no meu arquivo.”

Outra dinâmica que dificulta a preparação para a luta é a manutenção do peso e a boa forma.

“A parte mais difícil foi comer de forma saudável”, disse Mendez. “A parte do treinamento não é tão difícil.”

Na preparação para a luta, Mendez trabalhou em vários planos, segundo Alfonso.

“Tivemos que nos preparar para um fantasma”, disse Alfonso.

“Trabalhei no que sou bom”, disse Mendez. “Eu não (tive) nada para preparar (para) o que ele é bom. Eu só vou lá e usar o que eu sou bom para vencer a luta.

“Com zero jardas do adversário, mas uma oportunidade para um contrato multideal, temos que confiar na habilidade de Erik e em seus escanteios para entregar a ele a vitória da luta”, escreveu Alfonso em um e-mail.

Mendez começou a treinar na escola de boxe e mais tarde no jiu-jitsu brasileiro no Vale de Spokane antes de ir para o Warrior Camp.

De acordo com Alfonso, Mendez é uma ‘parte importante da equipe’.

“Sua última academia não teve o suporte que ele precisava e o deixou repensando completamente o MMA”, escreveu Alfonso. “Nós o deixamos entrar e explorar (no) seu próprio ritmo e criamos oportunidades para ele se autoguiar e ter sucesso.”

Este sucesso é o resultado de muito trabalho e consistência.

“Erik treina todos os dias. A família dele também treina diariamente com ele na academia e é igualmente talentosa”, escreveu Alfonso.

Para Mendez, o MMA é um esporte familiar.

“É só uma coisa que acabei amando, aí meu irmão começou a treinar, então foi divertido treinar com ele, e agora minha irmã está treinando”, disse.

O irmão de Mendez, José, é um lutador amador. Para sua irmã Julissa, no entanto, ela treina por diversão.

“Vamos convencê-la a ir a uma luta de kickboxing”, disse Mendez.

Juntando-se a Mendez no card, a companheira de equipe do Warrior Camp e veterana do Combate Global Gillian Noll, enfrenta Kristina Pettigrew.

Combate Global 35: Castillo x Quintana pode ser assistido ao vivo no serviço de streaming Paramount+ com o pré-show a partir das 19h30 e o card a partir das 20h.

Leave a Comment